segunda-feira, 17 de agosto de 2009

O sopro do prazer ou a noção de felicidade…

(Para não tornar este mail demasiado pesado, palavras escritas em itálico e Azul têm um LINK que aprofunda a informação aqui vinculada, se esse for do seu interesse…)

Na preparação deste nosso próximo jantar, foi-me difícil encontrar um título, que suscitasse o sentimento adequado ao ensaio que provavelmente 50 afortunados vão poder exercitar em redor de três marcas por nós representadas: Os Champanhes “Ruinart”, os Vinhos da “Quinta Sant’Ana” e os novos vinhos do já célebre “Howard’s Folly, acompanhados meticulosamente por seleccionadas iguarias, que contaram com a preciosa perícia dos profissionais do “Restaurante TheVine”(Reservas através do nosso e-mail info@paixaodovinho.com ou o Tel: 291010110).
São 7 vinhos a serem provados, com moderação, pois “Até ao lavar dos cestos, tudo é vindima” e umas tantas experiencias gastronómicas de tamanho propositadamente algo reduzido, que custarão 60€. Estas três marcas têm em comum as invulgares e distintas histórias como vieram a fazer parte do nosso Portfolio.


  • Assim, respeitando a ‘ordem de entrada’ teremos para Vos receber às 20h desse 4 de Setembro o afamado Champanhe “Ruinart R Brut”, que terá a seu tempo um ‘Amuse Bouche’ de Risoto de Amêijoas para ser desafiado no sabor. Logo de seguida, mas já á mesa, o “Ruinart R Rosé”, considerado a ‘Pièce de Resistance’ desta casa de Champanhe acompanhado de um Salmão fresco.
Foi este o momento escolhido para a PAIXÃO do VINHO celebrar convosco, o início da parceria com a empresa “EmporSpirits”, representante em Portugal desta celebrada marca de Champanhe, por muitos considerada “A” marca de luxo do nosso mercado… Estará entre nós o Caetano Beirão da Veiga, a pessoa que nos incentivou a ousar esta parceria. Pois ía já longa a nossa procura, por uma marca desta maravilhosa bebida, íamos fazendo inúmeros contactos directos, com pequenas casas nos arredores de Reims, umas mais conhecidas do que outras, que gentilmente nos mandavam amostras, mas que por variadas razões nunca nos souberam satisfazer. Até que um dia um Amigo de um Amigo nosso, (é sempre assim não é…???) nos desafia dizendo: “Eu conheço uns ‘fulanos’ com os quais vou caçar, que estão á procura de alguém na Madeira, que represente um Champanhe exclusivo, que dizem ser excelente, mas mesmo muito bom!” É então que contacto provoca contacto, e um belo dia vamos ao Aeroporto receber o tal ‘fulano’, de seu nome Caetano Beirão da Veiga…O entendimento foi espontâneo e é por isso, que neste 4 de Setembro Vos vamos receber com “Ruinart”!!
  • Em seguida, para acompanhar os dois vinhos brancos da “Quinta Sant’Ana”, os Mono-Castas Fernão Pires 2008 e Sauvignon Blanc 2008, teremos um prato onde o ingrediente principal será a Sapateira. O primeiro vinho é caracterizado no nariz pela sua singela frescura floral, na boca aromático sem o exagerado sabor adocicado, usual nesta variedade de vinho… Quanto ao Sauvignon Blanc tenho a certeza, que nos irá surpreender pela sua delicadeza com particularidades que controvertem, pois é difícil de imaginar, num Portugal calorento e solarengo como se consegue fazer um vinho desta casta com o sublime cunho da acidez, que nos transporta para a Nova Zelândia, a referência internacional do Sauvignon Blanc… O Tinto da “Quinta Sant’Ana” será servido logo de seguida e terá o repto de se bater com uma Sela de borrego, tarefa que na minha opinião será superada com mestria. Já que o Reserva 2005, um 100% Aragonês, tem uns aromas de fruta vermelha associada ao típico aroma a tosta de uma madeira muito bem integrada. Na boca há-de se apresentar com um equilíbrio raro de elegância e firmeza de sabores… Serão bem recompensados os presentes, com questões a resolver com a sapateira anteriormente servida…
Este produtor foi descoberto através de um Blog (Jamie Goode’s Wine Blog), que apresentou em Janeiro os “50 Great Portuguese wines for 2009”, fizemos logo um contacto, mas as repostas eram hesitantes, os vinhos para prova não chegavam… Só depois da Feira de Vinhos na Região e depois de uma cautelosa “inspecção” pelo enólogo António Maçanita, enfim chegaram as provas, que foram aprovadas pelo nosso grupo de prova em ‘prova cega’. Logo depois o Francisco e eu fomos visitar pessoalmente os produtores James e Ann, enquadrados por edificações do Século XVII revelaram-se anfitriões exímios, epifania total as imagens só explicam parte desta experiencia ao pé da Tapada de Mafra, depois recomendamos estes produtores ao José Silva da “Hora de Baco”, resultando numa das melhores emissões jamais feitas…


  • Finalmente os “Howard’s Follies”, sim sadias folias estes 2 vinhos a apresentar; o singular produtor tem a sua família a crescer… O “Howard’s Folly 2007” e a primeira Reserva Howard’s Folly Reserva 2006, este último com uma diminuta produção, fazem destas apresentações estreias absolutas... Estes Vinhos nunca foram provados em público! E se o fazemos neste jantar, é porque o enólogo, o nosso amigo David Baverstock não só está presente, como também fez chegar o Mr. Howard Bilton de Hong Kong para juntar-se a este jantar… A acompanhar os seus vinhos o provável “Parmantier de Veau “, provável, devido ao desconhecimento que temos neste momento dos vinhos, o que pode requerer alguma afinação …
O relato da entrada deste produtor na PAIXÃO do VINHO, tem a ver com uma promessa cumprida, de quem? Do David Baverstock! Prometeu ao Francisco nos arranjar um vinho fora do habitual, de um produtor envolto em mistério, estrangeiro, apaixonado pelos vinhos lusos, que adquire uma ideia irredutível de fazer o SEU vinho com o David, e assim forçosamente em Portugal… E num célebre dia na apresentação de outros vinhos, sob os olhares desconfiados dos organizadores, passa-se debaixo da mesa envolta em papel num saco de plástico do mais comum, uma garrafa de vinho tinto, que nem á prova cega chegou a ir… A nossa expectativa era enorme, não era necessário referenciar o enólogo, provamos logo e aprovamos após o primeiro golo e nos instantes seguintes, claro nesse mesmo dia encomendávamos a primeira palete, a primeira de tantas… Um vinho comercializado até aqui na Madeira, Inglaterra (foi eleito dos 50 melhores vinhos de verão pelo Daily Talegraph), Estados Unidos, Macau e Hong Kong…

“O sopro do prazer ou a noção de felicidade…”, é o titulo deste mail, porque é com enorme prazer que gostaríamos de compartilhar com todos Vocês a felicidade que sentimos, por ter estes três produtores presentes neste jantar, em que cada um á sua maneira irá engrandecer o evento, que só pelas bebidas e iguarias propostas promete ser notável, mas que aliado às pessoas envolvidas…

Então até 4 de Setembro ás 20h no terraço do Hotel TheVine, com os nossos cumprimentos e desejos de continuadas agradáveis férias

Filipe Santos e Francisco Albuquerque

PAIXÃO do VINHO

3 comentários:

cine-asia disse...

Boas.

O meu nome é Sérgio Lopes. Criei o blogue http://enofiloprincipiante.blogspot.com/

Por favor passem por lá.

Obrigado!

Saudações vinícolas!

D-1 disse...

Hoje, dia em que escrevo este comentario, acedi pela primeira vez ao vosso site...ao ler o primeiro artigo já sentia uma felicidade apenas perceptivel por quem sente verdaderamente uma paixão pelo vinho, contudo dois minutos depois apercebi-me que tinha chegado dois anos tarde de mais! Sem qualquer actualização há tanto tempo, parece-me que baixaram os braços ou que foram atingidos pela famosa "crise".
Meus senhores, aceitem o meu humilde conselho, se a vossa paixão é genuina, não a deixem morrer, eventos como o de 2009 são épicos e deveriam haver muitos mais, mas se a logistica não o permite...certamente permitirá outros muitos.

Garrafeira Tio Pepe disse...

Boa tarde,

Gostaria de saber se seria possível colocar uma referência da nossa garrafeira no vosso blog.
www.garrafeiratiopepe.pt
No caso de aceitarem colocaremos por sua vez um link do vosso blog no nosso site.

Aguardo a resposta.
Cumps,

Ana Ferreira

 
Site Meter